Recentemente, as editoras com grande notoriedade na indústria sentiram a necessidade de criar jogos como um serviço para quem os joga. Ainda se continua a manter a tradicional produção de jogos com princípio, meio e fim; mas é inegável o atrativo que é conseguir manter um jogo durante vários anos com milhões de jogadores a investir ativamente no jogo. Hearthstone: Heroes of Warcraft recebeu a sua quinta expansão, uma adição notável que revitaliza o jogo com novas mecânicas implementadas em mais de uma centena de cartas para colecionar e introduzir na construção de novos baralhos. Mecânicas que vão agitar a estrutura das partidas, refrescando a definição da experiência Hearthstone com Journey to Un’Goro.

Imagens Análise Hearthstone JtU

Com os conjuntos de cartas que recebi de forma gratuita por jogar o título da Blizzard em dias específicos, juntamente com os que nos foram cedidos para escrever esta análise sobre Journey to Un’Goro, acumlei vinte e oito cartas diferentes. Tendo em conta que existem 135 novas cartas, com um simples cálculo, chego à conclusão que tive acesso a cerca de vinte porcento do conteúdo total entregue na expansão. Caso quisesse experimentar os restantes oitenta porcento, teria de gastar, em euros, o equivalente a trezentos e oitenta dólares, de acordo com um utilizador do Reddit que já fez as contas com as probabilidades que regem a sorte ou o azar das cartas que aparecem em cada conjunto por abrir.

Na minha posse ficaram, principalmente, cartas para serem utilizados pelo herói Malfurion Stormrage, personagem que representa a classe Druid. E com este herói fui descobrir as novas e particulares mecânicas que farão de Un’Goro um investimento a ter em consideração com cartas como Tortollan Forage, Elder Longneck, Evolving Spores e Living Mana. Estas e outras cartas levaram-me a pensar muito bem antes de as jogar visto agora existir um trio de novas mecânicas que vão definir a experiência de Journey to Un'Goro. Estas mecânicas são Adapt (uma funcionalidade com o propósito de acrescentar mais poderes a uma determinada carta), Elemental (um novo tipo de carta que vai dinamizar as nossas escolhas com as cartas que possuem Adapt) e Quest (onde nos é dada uma recompensa se cumprirmos a tarefa correspondente). 

Imagens Análise Hearthstone JtU

Estas Quest aparecem logo no início, com as nossas primeiras três ou quatro cartas, no meu caso era Jungle Giants. Esta carta pede para colocar em jogo cinco minions com pelo menos cinco valores de ataque, de forma a receber uma carta de um minion com oito de saúde e ataque e com um custo de cinco de mana com a particularidade de reduzir a zero o custo de todos os outros minions que tenham na vossa mão. Isto soa muito melhor em teoria do que na prática, porque colocar cartas com esta condição envolve um custo bastante elevado em mana, sendo que só numa fase bastante avançada do jogo é que conseguem usufruir desta vantagem. Há cartas que podem facilitar a obtenção de mana adicional, mas não é isto que vai resolver a possibilidade de jogar esta Quest. 

Depois temos Adapt, o que eu considero ser o mais importante dos três pilares de Journey to Un'Goro, apesar das Elemental conjugarem-se com esta função. Todas as cartas que contenham Adapt são únicas na mão de cada jogador e no momento que as usam. Uma carta que tenha essa função acaba por se transformar, ou no caso de feitiços, transforma as outras. Imaginem que usam um minion com essa nova mecânica, ao utilizá-lo abrem-se três opções para a transformar. Podem aumentar a saúde, o ataque e até conferir-lhe habilidades especiais como Windfury que permite atacar duas vezes na mesma jogada ou ter a opção de ficar com um Divine Shield. 

Imagens Análise Hearthstone JtU

Adapt acaba por ser muito versátil, a melhor qualificação que se pode dar a esta nova mecânica. Por exemplo, a carta Volcanosaur pode utilizar a função duas vezes seguidas, transformando por completo a carta na sua forma original. E como se pode aplicar alterações à carta duas vezes, há seis opções ao nosso alcance, para moldar muito bem à situação que temos de enfrentar naquele momento. Não pensem que é demasiado desequilibrada, já joguei algumas partidas onde jogadores concentraram todas as suas capacidades para anular a minha jogada. 

Imagens Análise Hearthstone JtU

As cartas do tipo Elemental acabam por dinamizar muitas das vezes as cartas com a função Adapt. É habitual haver condições para ativar a função Adapt, o Elder Longneck necessita que jogador tenha na sua mão uma carta com um minion com pelo menos cinco valores de ataque, todavia muitas outras, como o Thunder Lizard, exige termos jogado previamente uma carta Elemental. Normalmente, são muito baratas em termos de mana ou estão muitas vezes ligadas à Deathrattle de algumas cartas, por isso não são de todo incomuns no campo de batalha.

Imagens Análise Hearthstone JtU

São todas estas conjugações entre os três elementos é que fazem de Journey to Un’Goro uma das melhores expansões lançadas até à data. Hearthstone: Heroes of Warcraft precisava desta energia para os jogadores ficarem motivados a investir ainda mais tempo e dinheiro neste jogo free-to-play. Infelizmente, desta vez é mesmo muito dinheiro para a experiência completa.