Num oceano repleto de títulos e experiências de qualidade duvidosa e de conceitos e estilos visuais estranhamente familiares aos de obras mais populares e aclamadas pela crítica, as plataformas móveis sofrem claramente com a falta de curadoria que se verifica nas suas lojas digitais. Para cada jogo que oferece algo de verdadeiramente especial e diferente do habitual, existem duas ou três dezenas de experiências que mal se conseguem manter frescas durante mais de 5 minutos.

Hitman go.png

Fazendo uso de uma das mais conhecidas propriedades intelectuais da indústria e produzido sob a alçada da Square Enix, Hitman GO fixa-se facilmente no grupo de títulos que se elevam acima da lixeira digital que caracterizam as plataformas móveis. Depois de encontrado o sucesso nos dispositivos iOS e Android, a versão portátil da série de ação furtiva protagonizada por Agent 47 chega agora às consolas, substituindo os controlos táteis pelo d-pad e botões de rosto dos vossos comandos.

Apresentando-se desde o ecrã inicial como uma adaptação da jogabilidade de ação furtiva de Hitman para um jogo de tabuleiro, o título incumbe o jogador de superar uma sequência de níveis individuais, realizando dessa forma a sua lenta aproximação ao momento de assassinar o alvo final do capítulo. Com um total de sete capítulos disponíveis que se traduzem em 91 níveis distintos, a obra oferece uma quantidade bastante simpática de conteúdo que poderá perfeitamente render várias horas de entretenimento.

Hitman go 2.png

Em Hitman GO, cada nível corresponde a um puzzle no qual terão de se movimentar, sem serem detetados, por uma grelha com posições pré-determinadas de forma a chegarem ao vosso destino, ou seja, à posição final. De uma forma geral, os níveis possuem várias resoluções possíveis e apenas em raras ocasiões senti que o jogo estava a complicar demasiado ao oferecer janelas de oportunidade muito pequenas ao jogador para realizar os movimentos necessários para concluir o quebra-cabeça.

Ao bom estilo do assassino com nome de código 47, o jogador terá de utilizar distrações para atrair inimigos, eliminar guardas desprevenidos, utilizar disfarces para passar despercebido, recorrer a alçapões para cobrir maiores distâncias num único turno e servir-se de uma sniper para eliminar alvos a longas distâncias. Estas diferentes estratégias de abordagem aos níveis aliadas à diversidade de guardas - existem guardas estáticos, guardas que andam de trás para a frente numa linha reta, cães polícia que vos perseguem insistentemente, entre outros - são elementos chave para manter a jogabilidade fresca e desafiante.

Hitman go 3.png

Para além da sua mera conclusão, os níveis contam também com dois objetivos secundários que podem passar por não matar nenhum guarda, matar todos os inimigos, não matar cães, terminar o nível em menos de um determinado número de turnos ou recolher malas presentes no cenário. Estes desafios adicionais não só têm o condão de incentivar o jogador a repetir novamente os níveis previamente concluídos, como também servem para comprovar a existência de várias resoluções possíveis para cada puzzle.

Apesar disso, as origens de Hitman GO enquanto título para plataformas móveis acabam por significar que esta obra é bastante mais apropriada para curtas sessões de jogo quando precisarem de queimar algum tempo do que propriamente para horas consecutivas de jogabilidade, uma vez que dessa forma pode tornar-se algo cansativo. Assim sendo, percebe-se facilmente que o título encaixa na perfeição na PlayStation Vita, muito embora os ecrãs de carregamento sejam mais notórios do que nas consolas caseiras.

Hitman go 4.png

Graficamente, o jogo da Square Enix recria de forma sólida a aparência de um jogo de tabuleiro, sendo que cada capítulo oferece o seu próprio cenário, entre os quais se incluem uma cerimónia matrimonial e um capítulo inspirado totalmente no aclamado Hitman: Blood Money. No que diz respeito à banda sonora, esta é praticamente inexistente, surgindo apenas nos níveis que envolvem o assassinato de um alvo, pelo que estarão melhor servidos ao ouvirem as vossas músicas de eleição.

Hitman GO é um sólido título de puzzles que faz uso daquilo que a propriedade intelectual tem de melhor para oferecer uma experiência perfeita para curtas sessões de jogo e com conteúdo mais do que suficiente para vos fazer regressar vezes sem conta. A jogabilidade é simples, mas igualmente desafiante e conseguir realizar todos os objetivos secundários de cada nível será um teste bastante real à vossa capacidade de raciocínio e resolução de problemas.