Tal como muitas outras pessoas, tive contacto com o jogo de cartas Solitaire num PC com Windows 95. É um passatempo simples que requer alguma estratégia e inteligência na movimentação das cartas. Jogado até ao fim era-nos apresentado a cascata de cartas infinita. Nunca imaginei que fosse possível combinar as mecânicas daquele jogo com outro título e transformá-lo em algo completamente diferente. Até que conheci Pocket Card Jockey da Game Freak, criadores da famosa série Pokémon.

Pocket card jockey.png

O mais impressionante na explicação dos sistemas do jogo, é que Pocket Card Jockey não se acanha e admite que, mesmo que não tenha lógica, o que temos nas mãos é um videojogo. Afinal, é pelo hardware que nos proporciona horas de divertimento - como a Nintendo 3DS - que vivemos em mundos de fantasia elaborados.

Nós somos um jóquei novato, que na sua primeira experiência a montar um cavalo de corrida é atirado ao chão pelo animal e posteriormente atropelado até à morte. Um anjo salva-nos e dá uma segunda hipótese ao atleta. Contudo, para evitar que nova situação se repita temos a possibilidade de cavalgar nas corridas de um modo muito particular. A jogar Solitaire. Quanto melhor jogarmos, mais energia e resistência será desenvolvida pelo cavalo para conseguir cortar a meta em primeiro lugar.

Pocket card jockey 2.png

Todavia, nem tudo é tão simples quanto parece. É bom porque temos várias mecânicas em jogo que nos obriga a não só a jogar Solitaire sob pressão constante como a gerir o posicionamento e as reservas de energia do cavalo para o sprint na reta final. É mau porque mesmo que sejam excelentes jogadores de cartas, terem sucesso Pocket Card Jockey depende demasiado de fatores externos determinados pela Inteligência Artificial. Não é necessariamente terrível, mas é certamente uma causa de frustração para uns e de motivação para outros.

O jovem é convidado para várias corridas com cavalos que lhe são emprestados, quanto mais ganhar mais dinheiro recebe e mais taças acumulará na sua prateleira. A chave é encontrar a técnica mais apropriada para vencer, mesmo com os fatores imprevisíveis já enunciados, há uma forma de jogar que convém seguir. Cabe-vos a vocês decidir qual a melhor forma de gerir tudo o que é necessário para saírem vitoriosos.

Pocket card jockey 3.png

Com todos os cavalos nas boxes antes de iniciar a partida, têm uma função vital a cumprir para serem extremamente rápidos: descobrir qual a carta com mais pontos de energia. É uma sessão muito curta de Solitaire, com apenas duas linhas de cartas. Analisem tudo o que está disposto e formem mentalmente a vossa primeira jogada. Se não vos agradar o que saiu, arrisquem tentar desvendar outras cartas, mas caso não sejam suficientemente rápidos começarão a correr nas últimas posições do pelotão. Este início de partida é fulcral, se não for possivelmente o mais importante do jogo

Uma segunda e essencial prática recomendável para no fim poderem erguer a taça, é a de acumular mais pontos possíveis de energia. Esta faz-se de duas formas, a jogar Solitaire sem se enganarem nas cartas e sem que sobre nenhuma por recolher. Caso contrário, o cavalo ficará de mau humor e se ficar demasiado bravo poderá ser incontrolável. A outra forma é a de deslocarem-se para a zona ideal de nível três, onde receberão pontos de energia extra. E é precisamente nesta parte do jogo onde reside a importância de um bom começo. Quanto mais tarde chegarem à zona ideal, mais pontos vão perder por não se encontrarem lá o mais cedo possível. E ainda mais pontos serão gastos se não começarem próximos da zona de maior nível, pois deslocar o cavalo consome pontos de energia que poderiam ser guardados para a reta final. Todos estes processos são da maior importância para o sprint final.

Pocket card jockey 4.png

Na fase da reta final correrá conforme vários fatores que foram evoluindo até aqui. A energia é de grande importância e se jogaram bem as vossas cartas, terão conseguido o entusiasmo suficiente para o cavalo acelerar e colocar-se na posição mais disputada, nem que essa seja apenas aferida no photo finish.

Dada a grande quantidade de detalhes que podem impedir de chegarem ao primeiro lugar, existem algumas ajudas que se podem comprar na loja, antes de uma corrida - para aumentarem a vossa sorte e serem mais rápidos na recolha das cartas. No entanto, a fase de posicionamento do cavalo é muito imprevisível. Adversários podem passar por vocês com um cavalo tão agitado que vos pode derrubar e mandar-vos para os últimos lugares - não há forma de prever estes acontecimentos ocasionais. Podem sempre manterem-se afastados da pista, mas quando chegarem às curvas, visto que não estão junto às mesmas, serão facilmente ultrapassados.

No título da Game Freak, os animais não são uns simples instrumentos para o sucesso e dinheiro. Após terem corrido em Growth Mode, estes equídeos evoluem até ao seu terceiro estado, passarão para Mature Mode. Aí já não recebem experiência, mas têm a possibilidade de poderem correr em eventos próprios. Quando chegar a idade da reforma, os cavalos serão enviados para uma quinta. Esta é uma outra componente do jogo para não deixar nenhuma oportunidade para elevar a função dada aos animais. Por último, poderão dirigir-se à quinta e colocarem dois cavalos a acasalar para gerar descendência que será destinada igualmente às corridas. E como "filho de peixe sabe nadar", os cavalos com mais prémios conquistados vão gerar filhos com melhores estatísticas, ou seja, mais aptos para este desporto.

Pocket card jockey 5.png

Pocket Card Jockey é um título bem pensado, que não tem muito por onde limar na jogabilidade. Por mais que seja injusto perder quando conseguimos um entusiasmo de quase cem por cento para a linha final, acaba por ser uma característica do jogo com a qual temos que aceitar. Porém, é também este ponto que vai dividir a opinião pública, uns sentir-se-ão lesados pela injustiça que o jogo transmite, outros ficarão motivados para fazerem crescer melhores cavalos e conquistar todas as taças para encher o vosso armário. Se derem uma hipótese ao jogo, vão ter uma desculpa para jogar cartas na Nintendo 3DS até a bateria ficar completamente esgotada.