O que é certo, é que neste momento não faltam propostas multijogador local para a Nintendo Switch. Ou seja, peguem na vossa consola e joguem com quem quiserem, em qualquer local. Se tiverem bateria, estão prontos para partidas multijogador. Snipperclips - Cut it out, together!, 1-2-Switch, Fast RMX, ou neste caso concreto, Super Bomberman R. Este título da Konami, que adquiriu as propriedades da Hudson Soft, é uma excelente opção para quem adora jogar com um amigo ao seu lado. Porém, há que considerar aquilo que é oferecido pelo preço pedido, pois a fórmula está praticamente inalterada. 

Há um destaque que é dado à série ao iniciar o jogo: a produtora relembra que esta é uma série com trinta e três anos de existência. O último título, Bomberman Live: Battlefest, foi lançado há quase uma década no Xbox LIVE Arcade. Assim, Super Bomberman R apresenta-se a um novo mercado e a uma nova audiência. Porém, quem se recorda de Bomberman não vai notar nenhuma inovação, mas a fórmula intacta da diversão entregue pela Hudson ao longo de três décadas, onde o multijogador era o seu maior triunfo. 

Imagens Analise Bomberman

Bomberman é bastante objetivo: vocês estão num labirinto e têm de eliminar a concorrência ao colocar bombas em locais estratégicos. Quando a partida arranca há blocos por todo o lado que limitam o espaço onde se podem movimentar e o acesso aos vossos adversários. Uma vez abertos os caminhos para atingir os vossos inimigos, começa a batalha pela vossa atenção e perspicácia para que as chamas das vossas bombas os apanhem. Estas mecânicas básicas aplicam-se tanto no multijogador como no modo a solo.

Super Bomberman R tem uma campanha que serve de preparação para o multijogador, para além de contar uma história disparatada das várias personagens do mundo criado pela Hudson Soft. A narrativa está claramente virada para a comédia com um estilo muito próprio, similar a uma visual novel, com as personagens que entram nos diálogos a aparecerem num dos lados do cenário. As situações cómicas são o veículo para mostrar a personalidade da cada um dos membros da família Bomberman, que não passam de estereótipos encontrados em muitas sitcoms modernas. 

Imagens Analise Bomberman

A campanha será um bom treino para o multijogador, onde poderão aprender algumas noções da mecânica das bombas, dos poderes especiais, assim como dos mapas. Os labirintos nem sempre são totalmente planos. Alguns têm vários andares que se acedem através de escadas ou rampas, que impossibilitam o fogo do andar de baixo chegar ao de cima e vice versa. Os poderes que se podem apanhar continuam a ser os clássicos da série: aumento do alcance das chamas, aumento do número de bombas que se podem colocar ao mesmo tempo ou uma habilidade como a possibilidade de chutar uma bomba por um corredor.

Super Bomberman R volta a fazer do multijogador a razão pela qual se joga um título da série. É divertido e bastante pertinente estar na Nintendo Switch, visto ter um lado claramente social. Assim, caso tenham oito comandos, ou quatro Joy-Con, estão aptos para organizar partidas com até oito jogadores. Mas se por acaso não estiver ninguém por perto, podem jogar com o mesmo número de pessoas com uma simples ligação à Internet.

Imagens Analise Bomberman

Como disse na abertura desta análise é necessário ter em conta o preço de Super Bomberman R que está nos 54,90€. Bomberman LIVE e Bomberman Battlefest custam ambos um quinto do que a Konami pede por Super Bomberman R. Pelas várias sessões que tive oportunidade de apreciar, as valências do título, agora sob alçada da Konami, não acho justificável um preço tão elevado. Mas também não posso deixar de admitir ser um título bastante agradável para sessões multijogador. Recomendo até que o adquiram, mas que tenham em atenção que o conteúdo é mais limitado do que outros títulos com preços mais em conta, nomeadamente de origens independentes.