Pedro Martins por - Apr 12, 2013

O que andamos a ver, 21 de fevereiro

Foi uma semana com várias novidades na cena televisiva. Vinyl e Love estrearam e estão a conquistar alguns amores, assim como a segunda temporada de Better Caul Saul, sobre o qual um dos membros da equipa escreveu.

Este que vos escreve finalmente teve oportunidade de ver a segunda temporada completa de The Affair e escreve algumas linhas sobre isso. Mas não deixem também de ler as palavras do Marco sobre A Grande Cidade.

Viram alguma das novidades ou estão a dedicar o vosso tempo a obras de interesse já com algum tempo?

Better call saul.png

Pedro Marques dos Santos

Better Call Saul – Segunda Temporada (2016, Netflix)

Depois de uma primeira temporada surpreendentemente sólida para uma série que se apresentava à partida como um spin-off de uma das mais aclamadas séries televisivas dos últimos anos, Better Call Saul viu o seu primeiro episódio da segunda temporada estrear esta semana no Netflix Portugal.

Apesar de ser um início sólido para uma temporada que nos promete dar um olhar ainda mais profundo sobre a transformação de James McGill até à persona de Saul Goodman que fascinou os espectadores de Breaking Bad, a verdade é que o primeiro capítulo desta segunda fornada não contribui em nada para o avanço da narrativa, algo que é facilmente comprovado pelo facto do episódio terminar com as personagens nas mesmas posições em que estavam quando este começou.

Ainda assim, continuo interessado em saber mais sobre estas personagens e a forma como Better Call Saul irá eventualmente começar a enveredar por eventos da série principal.

A grande cidade.png

Marco Gomes

A Grande Cidade (1963/2015, DVD)

Mais mês menos mês, oito foram os anos que o mercado cinematográfico doméstico nacional teve de esperar para ver reforçada a oferta na obra de Satyajit Ray, o mais aclamado dos realizadores indianos e nome incontornável na história do meio.

Ao registo de 2007 editado pela Costa do Castelo Filmes, contendo a “Trilogia de Apu” (O Lamento da Vereda, 1955; O Invencível, 1957; O Mundo de Apu, 1959) e Charulata (1964), ou seja, quatro dos trabalhos inscritos no terço inicial da carreira de Ray, acresceu no ano transato a contribuição da Leopardo Filmes através de meia dúzia de obras perfiladas, maioritariamente, na fase intermédia do percurso.

A Grande Cidade (1963), no original “Mahanagar”, coloca o realizador na zona de conforto técnico-temática, recorrendo ao microcosmos familiar como entidade plural refletindo o pulsar da sociedade indiana à época, através, fundamentalmente, da motivação advinda de questões fraturantes.

No caso, o conservadorismo, representado segundo multigeracional caricatura, face à possibilidade da esposa abdicar da condição de “fada do lar” em detrimento da vida profissional, contribuindo assim para o sustento da família, papel secularmente desempenhado pela figura masculina.

The affair.png

Pedro Martins

The Affair – Segunda Temporada (2015, TVSéries)

Depois de uma primeira temporada que surpreendeu, tive finalmente oportunidade de ver a segunda temporada de The Affair. Seguindo a vida de um escritor à procura de reconhecimento e das suas várias relações que servem de alicerces a quase todas as decisões que vão alimentando a trama, continua a ser recomendável, confirmando o estatuto que já tinha ganho.

O protagonista, Noah Solloway, é casado com Helen Solloway, contudo é seduzido por Alison. Podia ser uma pilha de clichés semanal, mas não é. E não o é graças à qualidade da escrita e do jogo de espelhos que vai revelando quem estas personagens verdadeiramente são. São edificações de caráter e a sua sabotagem que vão impregnando o espectador com dúvidas e, sobretudo, com a acutilante sensação que ninguém é perfeito.

Trabalhar uma personagem que é escrito assegura que há um cuidado na forma como ele se expressa. Há um novo gancho narrativo que alimenta a segunda temporada e que não vou mencionar, mas que é minimamente satisfatório na hora de adicionar mais uma camada de desespero e de caos à amalgama de vidas semanalmente visitadas.

Obviamente, Dominic West, Ruth Wilson e Maura Tierney têm prestações assinaláveis, mas não se pode esquecer o que Joshua Jackson, como Cole, marido de Alison, acrescenta à rodilha emocional. Vale a pena ver, mas vale também a pena deixar acumular vários episódios na box e assistir sem ter que esperar uma semana. Em Portugal, The Affair é exibido pelo TVSéries.

Comentários

0 Comments
Inline Feedbacks
View all comments