Marco Gomes por - Feb 10, 2017

Luzeiro do Escondidinho – Episódio 86

Na conclusão do último episódio ficavam garantias de “não abrandar a adrenalina e o festival de morteiros” com a mudança de perspetiva visual dos atiradores, da primeira pessoa que pontuava os títulos daquele para a terceira dos deste. Pois bem, reafirma-se a sentença pelo excesso, alavancando palpitações por segundo em compasso vetado a cardíacos.  

Quando a alvorada leva tumultos para rua sem quase dar por nada.

Luzeiro 86

Jazon and the Dead (2nd Studio, Dinamarca) 

Plataformas por anunciar – Previsão de lançamento não divulgada

Por ora, uma história triste. Tinha até aqui o estúdio de Nikki Starostka, Dennis Jensen e Kasper Mikkelsen como currículo a mão dada a projetos de outros coletivos, ao que alheio não fora, após falhar objetivo financeiro base no Fig, a decisão de deixar em águas de bacalhau Jazon and the Dead para ganhar calo em empreitada de mais rasteira adjudicação. 

Seja como for, à semelhança de títulos antes pelo Luzeiro passados, tenhamos fé no airoso destino desta aventura de ação com vista superior influenciada por filmes série B como A Noite dos Mortos-Vivos (1968) ou Fome Animal (1993) e o trabalho dos banda-desenhistas Mike Mignola, Charlie Adlard, Frank Miller, para contar a estória de Jazon desde que atordoado desperta na casa de banho de um bar até à longa viagem empreendida por planícies desoladas onde a única vida encontrada se resume a manadas de zombies sequiosos de fresca carne humana. Jornada em busca de um passado desmemoriado que o guião, e as devidas consequências a acarretar de narrativa toldada pela ação do jogador, se encarregarão de fazer o futuro salvar.

Luzeiro 86

Matterfall (Housemarque, Finlândia) 

PlayStation 4 – Previsão de lançamento não divulgada

Com mais de vinte anos de experiência no pelo, num percurso iniciado em 1993 com a versão Amiga de Stardust ainda sob designação de um dos dois estúdios que lhe deu origem, Bloodhouse Ltd., tem vindo a companhia fundada por Harri Tikkanen e Ilari Kuittinen a especializar-se em experiências de ação frenética como atestam, citando apenas algumas das recentes de seu extenso portfólio, Dead Nation (2010), Super Stardust Delta (2011), Resogun (2013) ou Alienation (2016).

Dos dois títulos em desenvolvimento anunciados, pese ter sido Matterfall primeiramente revelado, concretamente na edição 2015 do Paris Games Week, pouco se conhece sobre a obra para além da condição de exclusivo PlayStation 4, ou não fora Housemarque um dos estúdios externos PlayStation na Europa, XDEV, e o vídeo acima apresentado remetendo para um universo de ficção-científica onde um soldado robótico devasta oponentes com a arma que o braço esquerdo substitui, tendo a dada altura de recorrer a seu sistema portátil de voo para varar um de avantajadas proporções.

Luzeiro 86

Morphies Law (Cosmoscope, Suiça) 

Plataformas por anunciar – Previsão de lançamento não divulgada

Não terá Jonathan Erhardt descoberto a pólvora no respeitante a atiradores competitivos na terceira pessoa, e dúvidas subsistirão quanto a sua eficaz execução, contudo, impagável é a premissa que sustenta Morphies Law, cada balázio certeiro retira a massa corporal adjacente à zona de impacto na personagem atingida transitando-a para a do atirador.

O simples conceito permitirá, por exemplo, que um jogador dotado se transforme em alvo fácil devido às gigantones proporções enquanto o inverso sucede aos de manhosa valia, apaziguando assim uma das maiores queixas em obras quejandas, o desfasamento de habilidade e/ou calo entre contendores. Indo ainda mais longe oferecendo patamar estratégico suplementar baseado na constante transformação morfológica dos avatares e seu impacto no comportamento jogável possibilitando, entre outras particularidades, absorver grande quantidade de dano, anichar em orifícios, aumentar impulsão ou correr que nem Bolt.

Luzeiro 86

Nex Machina (Housemarque, Finlândia) 

PlayStation 4 – Data a confirmar, 2017

Da união perfeita para devotos da ação arcada na terceira pessoa, juntou-se o pai dos clássicos intemporais Robotron: 2084 (1982) e Smash TV (1990), Eugene Jarvis, ao coletivo finlandês que fez de obras como Dead Nation (2010) e Alienation (2016) homenagem ao precursor trabalho daquele para nos trazer uma bomba de sofreguidão chamada Nex Machina.

Construída tendo por base competição entre jogadores, expressa em tabelas de liderança pormenorizadas, modo espetador, atualizações mensais de ranking e torneios periódicos, dela esperem um atirador de câmara superior empregando complexas técnicas visuais em voxel, especialmente no que respeita ao comportamento de partículas, onde o desbaste das centenas de esbirros que pontuam o ecrã se fará também na criação de um estilo único de combate para cada jogador e, pináculo de intensidade na obra, entrada no estado conhecido como “a zona”, alimentando a carnificina na possessão de desempenho ininterruptamente imaculado. 

Luzeiro 86

Heat Signature (Suspicious Developments, Inglaterra) V/

PC (Windows) – Previsão de lançamento não divulgada

A si juntando John Roberts (arte) e John Halpart (composição musical), define-se a nova empreitada de Tom Francis, autor de Gunpoint (2013) e Floating Point (2014), como ambiciosa aventura de ação num universo gerado de forma procedural desde a galáxia que o comporta até aos corredores das naves espaciais nela inseridas. Sorrateiramente entrando nos vaivéns, múltiplas revelar-se-ão as vias de atuação para o jogador, podendo optar por abordagem discreta pirateando sistemas elétricos, abafando seguranças escondendo em seguida os corpos, ou, pura e simplesmente, em verdadeiro sentido literal, rebentar com tudo até nenhum vestígio da estrutura sobrar.

Luzeiro 86

Lithium City (Enrico Tuason, Filipinas) V/

PC (Windows, OS X) – Data a confirmar, 2017

Para aqui chegar já Enrico (Nico para os amigos) Tuason fez de tudo um pouco no que respeita à criação e distribuição de videojogos em formato livre de encargos ou de residual monta, significando Lithium City um passo mais em seu percurso apontando para lançamento comercial na mais abrangente plataforma destinada aos computadores pessoais, Steam. Com composição musical de John Camara, definir-se-á o título como atirador isométrico de duplo analógico em estruturas arquitetónicas néon num futuro de ficção-científica onde uma jovem de identidade desconhecida é por seu mentor incumbida de destruir uma célula de robôs de combate.

Luzeiro 86

Space Jammers (Spread Shot Studios, Estados Unidos da América) V/

PC (Windows, OS X, Linux), Xbox One, Android TV – Previsão de lançamento não divulgada

Se com Super Fruit Jumper (2014) já Sorob Tabatabaie-Raissi, criador igualmente de FlameyBird (2014), tentara emular a fórmula de um clássico Vlambeer, Super Crate Box (2010), sua mais recente e ambiciosa empresa atira-se à de Nuclear Throne (2015). A disponibilizar em acesso antecipado no dia oito de março, oferece Space Jammers jogo cooperativo até quatro participantes controlando membros de uma banda roque alienígena perdida nos confins de um universo fraturado. Serve o guião garatujado em cima do joelho para justificar níveis e inimigos finais gerados aleatoriamente, afrontados com o inestimável contributo da prole bélica e ganho de habilidades com subida de nível das personagens.

Luzeiro 86

SYNTHETIK (Flow Fire Games, Alemanha) V/

PC (Windows, OS X) – Data a confirmar, 2017

Não vão de modas Eric Krutten (desenho de jogo, programação, arte) e Alexander Luck (programação, inteligência artificial) prometendo com SYNTHETIK uma experiência imperdoável combinando atirador na terceira pessoa de visualização inclinada com elementos role playing game e roguelike, conferindo-lhe estes algumas de suas mais destacadas características como randomização parcial de incidências despoletadas pela ação do jogador e opulento sistema de aperfeiçoamento bélico, contando quinze variantes por cada tipo de arma, onde três serão os níveis de evolução em dez categorias independentes.

Luzeiro 86

Como muitos eram os candidatos a perfilar num episódio em exclusivo dedicado a atiradores na terceira pessoa, nova sessão fica marcada para a semana próxima com os sobejantes. Até lá, bons jogos.

Comentários

0 Comments
Inline Feedbacks
View all comments