por - Aug 26, 2013

NBA 2K14, Apresentação à porta fechada

A primeira apresentação privada a que assisti coincidiu com a primeira vez que aquela demonstração foi mostrada na gamescom 2013. Muito antes das portas se abrirem à enxurrada de público que convergiu na Koelnmesse, comecei o dia na área de negócios da exposição com NBA2K14 a ser exibido para uma mão cheia de jornalistas. O bloco de notas tinha sido substituído por computadores ultraportáteis e tablets. À hora combinada, LeBron James apareceu no ecrã e o novo capítulo da série de basquetebol começou a ser detalhada na atual geração de consolas.

A primeira informação revelada é que a marca cresceu exponencialmente na Europa, o que levou a produtora a apostar em grande na Euroliga, mais concretamente em 14 equipas do campeonato europeu, onde será incluído o Real Madrid, CSKA de Moscovo e o Barcelona. Contudo, a produtora está ciente que não pode, de maneira alguma, ignorar a NBA, o maior campeonato do mundo, portanto, será possível defrontar um clube da NBA envergando as cores de uma equipa pertencente à liga europeia.

Em termos de jogabilidade, a Visual Concepts, produtora do jogo, fez questão de se certificar que ninguém saia do local onde decorreu a apresentação privada do jogo sem saber que a grande aposta para o capítulo deste ano é o Pro Stick – que dá lugar de destaque ao analógico direito do vosso comando, ou seja, vários toques no analógico mencionado permitirão ao jogador driblar a bola, o que será assistido pelo gatilho do comando. Na prática, os gatilhos servirão para assistir o passe que será feito para a direção onde o vosso analógico estiver apontado. O analógico em questão também servirá para atirarem ao cesto – a diferença entre fazer um passe ou um lançamento está no tempo que deixam o vosso dedo no analógico. Um toque serve para passar a bola, enquanto um toque mais prolongado fará com que o jogador veja apenas o aro laranja como alvo.

A produtora está convencida que o sistema Pro Stick não sobrecarregará o analógico direito, aliás, foi-nos dito que este sistema de controlos está “mais intuitivo” e “dará um poder de controlo maior ao jogador”. Algo que foi testado incansavelmente durante os “vários anos” em que o jogo esteve em desenvolvimento. Além de melhorar o sistema de controlo, todos estes anos serviram para incluir mais de três mil animações novas no jogo e para “melhorar consideravelmente a inteligência artificial dos jogadores”.

LeBron James não servirá para dar o rosto à capa do jogo, pois foi-nos confidenciado que o famoso atleta esteve envolvido na escolha da banda-sonora – que incluirá temas de Jay Z, Eminem, The Black Keys e Daft Punk, aliás, não foi preciso muito para ouvirmos a Get Lucky a soar nas colunas -, na gravação da introdução e ainda na vocalização. Aliás, se dúvidas restassem sobre o envolvimento de LeBron, as mesmas são dissipadas quando foi revelado que um dos modos de jogo com o qual esperam atrair mais jogadores à compra do jogo dá pelo nome de LeBron James: Path to Greatness. Este novo modo incutirá aos jogadores a tarefa de conquistarem a fama virtual de que o jogador usufrui na vida real.

Para tal, terão que ganhar jogos e completar determinados objetivos. Obviamente, a curiosidade sobre quais serão estes desafios era muita, porém, a produtora limitou-se a dizer que estamos perante uma “jornada de sete anos sobre o futuro da modalidade”. Não foram dados mais detalhes, pois estão determinados a que sejam os jogadores a descobrirem todas as surpresas que o jogo tem reservado para eles.

Outras das novidades que nos foram apresentadas é o regresso do Crews, o modo de jogo “mais pedido pelos fãs”. Será possível defrontar “crews” rivais online usando a funcionalidade “MyPLAYER”. Apesar dos detalhes ainda serem escassos, foi confirmado que será dada aos jogadores a oportunidade de criarem o seu próprio logotipo e partirem para confrontos de 5 contra 5. O modo incluirá ainda tabelas de liderança e estatísticas. Todavia, não deixa de ser algo decepcionante que este modo apenas esteja disponível nas versões PlayStation 3 e Xbox 360. E por falar nas versões da atual geração de consolas, foi-nos dito que a produtora está a trabalhar afincadamente nas versões do jogo para esta geração, apesar do jogo também ter direito a versões para as máquinas da próxima geração. Segundo a produtora, “deviam esse empenho aos fãs da série que não vão aderir à próxima geração já este ano”.

Finalmente, uma palavra para os Dynamic Living Rosters. Foi revelado na apresentação que os atributos dos jogadores e a tendência da temporada será atualizada diariamente, ou seja, a vossa experiência digital andará de mão dada com aquilo que está a acontecer na vida real. Aliás, foram ainda mais longe ao confirmarem que “cada jogo da NBA poderá ter um efeito no jogo de cada um”. Ainda que nos tenha sido dito que o produto ali mostrado está longe de ter a performance daquilo que será enviado para as lojas, os tempos de carregamento são notoriamente extensos, porém, espera-se que seja algo limado antes da produção estar concluída.

NBA2K14 chegará ao mercado no próximo dia 4 de outubro nas versões PC, PlayStation 3 e Xbox 360. A data para as versões PlayStation 4 e Xbox One será confirmada mais próximo da chegada das novas consolas ao mercado, contudo, espera-se que acompanhe o seu lançamento.

Comentários

0 Comments
Inline Feedbacks
View all comments