A CD Projekt Red publicou a atualização 1.1 de Cyberpunk 2077 para PC, PlayStation 4, Stadia e Xbox One, segundo foi anunciado numa mensagem partilhada no Twitter. É a primeira atualização “fundamental” que tinha ficado prometida na cronologia partilhada há algumas semanas.

Os jogadores que compraram o Role Playing Game no PC terão pela frente um download de quase 10GB, tamanho que aumenta para quase 17GB nas consolas que receberam a obra. Podem ler as notas completas com o que é melhorado no site oficial do jogo.

“Nesta atualização estivemos focados em várias melhorias de estabilidade, que podem encontrar destacadas nas seguintes notas,” podemos ler na comunicação publicada no site de Cyberpunk 2077.

“Vamos continuar este trabalho na atualização 1.2 e noutras futuras atualizações. Ao mesmo tempo, vamos continuar a corrigir erros que encontrarem e a ouvir o vosso feedback sobre como melhorar a experiência geral de jogo,” acrescenta a produtora polaca.

Entre as melhorias apresentadas pela atualização 1.1. está o uso da memória nos vários sistemas que compõem o jogo, como as personagens, interações, a navegação pelo mapa da obra, assim como o minimapa, os vídeos que são mostrados no jogo, a Inteligência Artificial, entre outros.

Nas notas oficiais são também enumerados os pontos que foram corrigidos por plataforma, havendo uma secção específica para PC, PlayStation, Stadia e Xbox. Basta ler as notas para se perceber então que estamos perante uma atualização importantíssima para a recuperação da confiança que os jogadores depositam na obra e na produtora.

Como podem ler nesta notícia, a atualização 1.2 chegará antes da CD Projekt Red publicar os DLC gratuitos com conteúdo adicional e também as atualizações que fará Cyberpunk 2077 tirar partido do poder técnico da PlayStation 5 e da Xbox Series.

Cyberpunk 2077 chegou ao mercado dia 10 de dezembro, estando disponível no PC, PlayStation 4, Stadia e Xbox One. O jogo pode também ser experimentado na PlayStation 5 e na Xbox Series através dos respectivos programas de retrocompataiblidade.

Continuem a conversa nos fóruns VideoGamer!