A Valve anunciou que os jogadores de Dota 2 que forem abusivos, batoteiros ou venderem contas Steam serão banidos do jogo até 2038, em preparação para a próxima temporada ranked da obra (via Kotaku).

Estas sanções entraram em vigor ontem e começarão a ser aplicadas em fases. São sanções aplicadas a quem “tiver pontuações de comportamento excepcionalmente baixas”, a quem vender contas Steam para comprar um rank superior em Dota 2, aos jogadores que “usem exploits para ganharem vantagem sobre outros jogadores”, e a contas “smurf”.

A Valve ainda não revelou, porém, qual será a duração destas sanções. Além disso, os jogadores que descobriram que as suas contas foram bloqueadas durante quase duas décadas não estão contentes.

A página do jogo no Steam e o subreddit contam com inúmeros jogadores que estão a celebrar estas medidas. Contudo, importa esclarecer que a duração do medida não é bem aquilo que parece.

As interdições são válidas até dia 19 de janeiro, 2038, o que parece ser incrivelmente específico. Os jogadores não estão banidos durante 19 anos, mas sim para o resto das suas vidas. Esta data está associada a um problema técnico com a representação 32-bit, onde 19 de janeiro, 2038 é o dia mais tardio que pode ser definido nesse sistema. A interdição para estes jogadores não tem, na prática, uma expiração definida.

Além disso, haverá sanções semanais que começarão a ser colocadas em prática durante as próximas semanas, sendo que não haverá aviso prévio para os jogadores. As contas banidas terão também o número telefónico associado colocado numa lista negra, para evitar que sejam associados ao matchmaking por ranks.

Sobre as contas “smurf”, a Valve vai atuar corrigindo uma falha no sistema que significava que os jogadores não precisavam de ter uma verificação através do número telefónico.

“Qualquer utilizador que não tiver a sua conta criada devidamente não poderá estar na fila até que isso seja resolvido,” foi confirmado pela Valve. Isto é aplicado a contas novas e já existentes que tentem enganar o sistema.

Continuem a conversa nos fóruns VideoGamer!