por - Apr 2, 2020

Microsoft nega que Scalebound esteja novamente em produção

A Microsoft não está interessada em regressar a Scalebound, obra que esteve em desenvolvimento na PlatinumGames entre 2013 e 2017 (via Eurogamer).

Numa entrevista concedida ao IGN, Phil Spencer, responsável pela divisão Xbox na Microsoft, colocou um ponto final nos rumores que indiciavam que a obra poderia ter direito a um segundo sopro de vida, expressando ainda assim tristeza pelo cancelamento do título em 2017.

“É um caso complicado,” começou. “Tenho imenso respeito pela Platinum, pelo [diretor Hideki] Kamiya-san e pela equipa e não tenho qualquer má vontade. E falamos com eles – não há nenhuma hostilidade entre as equipas. Tentamos fazer algo e não resultou”.

Recentemente, a PlatinumGames afirmou que poderia gostar de regressar a Scalebound, mas explicou que os direitos do jogo estão com a Microsoft, pelo que a decisão terá que ser da empresa de Redmond. A produtora admitiu que “ambos os lados falharam” na sua direção para o projeto, e que foi complicado ver a Microsoft ser culpabilizada pelo cancelamento.

Agora Spencer voltou a tecer comentários idênticos. “Arrependemo-me de termos sido tão público sobre o que tentámos fazer. Aprendi algo durante a altura de Fable Legends e Scalebound sobre tornar públicas coisas antes de saber que temos um plano real e credível que possa ter nas minhas mãos e saber que vai estar lá,” disse. “E simplesmente não chegamos lá com Scalebound e com a equipa. E digo isso sobre as duas equipas”.

“Não estamos a trabalhar no jogo. Não estou na Platinum hoje mas tenho quase a certeza que não estão a trabalhar no jogo. É algo que todos já deixamos para trás. Não é algo que vejo como um destaque no meu cargo – ter que cancelar um jogo de que falamos durante anos. Mas para as pessoas que pensam que há algo a ser trabalhado – não há”.

Comentários

0 Comments
Inline Feedbacks
View all comments

Scalebound

para PC, Xbox One

A brand new IP from the creators of Bayonetta that puts players…

Lançado originalmente:

01 January 2017