Durante as últimas horas, vários nomes associados a The Last of Us: Part II têm recebido ameaças de morte e incontáveis mensagens insultuosas e de cariz pessoal.

Ontem, dia 5 de julho, a Naughty Dog, produtora responsável pelo desenvolvimento do exclusivo PlayStation 4, recorreu à sua conta oficial no Twitter para condenar este tipo de comportamento, afirmando que assegurar a segurança da equipa e do elenco é a sua principal prioridade.

“Apesar de acolhermos discussão crítica, condenamos qualquer forma de assédio ou ameaças feitas diretamente à nossa equipa e elenco,” começa por afirmar a produtora na mensagem publicada no Twitter.

“A sua segurança é a nossa principal prioridade, mas temos que trabalhar todos em conjunto neste tipo de comportamento e manter uma conversa construtiva e com compaixão,” acrescenta, como podem ler no final desta notícia.

Esta declaração da Naughty Dog é feita depois de Laura Bailey, atriz que interpreta Abby na nova obra, ter recorrido também ao Twitter para denunciar várias ameaças de morte e comentários nefastos. Como podem ler aqui, algumas das mensagens chegam mesmo a ameaçar o filho da atriz.

O comentário de Bailey foi feito sexta-feira, dia 3 de julho, dois dias antes da comunicação oficial da Naughty Dog. Todavia, também ontem, dia 5 de julho, Neil Druckmann, diretor da obra, publicou inúmeras mensagens que vão muito além da crítica ao jogo e se revelam de índole pessoal.

The Last of Us: Part II está publicado em exclusivo na PlayStation 4.

Continuem a conversa nos fóruns VideoGamer!