A EA decidiu que o próximo título da série Need for Speed vai chegar ao mercado um ano após o que estava planeado. Esta decisão libertará a Criterion Games para ajudar no desenvolvimento de Battlefield 6 numa colaboração com a DICE.

A notícia foi confirmada por Laura Miele, responsável pelos estúdios da EA, enquanto falava com a publicação Polygon. Foi mencionado que esta decisão permite à Criterion respirar, o que foi possível graças à compra da Codemasters. Será essa produtora a publicar uma obra de corridas este ano, acreditando-se que seja um novo título F1.

“[Battlefield 6] está a ganhar forma, a equipa está a trabalhar arduamente, eles puxaram em força o ano passado, e sim, temos estado a trabalhar a partir das nossas casas. E é difícil: é difícil fazer jogos a partir de casa, e a [EA DICE] está um pouco cansada,” comentou Miele.

“Temos um excelente jogo e um potencial incrível com este jogo. Estamos a trabalhar para ganhar; estamos a trabalhar para colocar um excelente jogo Battlefield no mercado,” acrescentou.

E aparentemente a Criterion vai mesmo regressar à saga Need for Speed depois de terminar o trabalho feito em Battlefield 6, com Miele a admitir que “eles detêm a série Need for Speed; é por isso que conseguiram o remaster. Tudo o que está a acontecer com a marca Need for Speed, são eles os responsáveis, ou são coisas que passam por eles para assegurar que eles as aprovam”.

Tanto Battlefield 6 como o próximo Need for Speed foram originalmente aludidos em junho de 2020 durante o evento EA Play. Foi prometido que Need for Speed vai tirar partido do hardware da PlayStation 5 e da Xbox Series para oferecer uma experiência de nova geração.

Espera-se que a EA revele formalmente Battlefield 6 (que ainda não tem um título definitivo) durante a primavera.

Continuem a conversa nos fóruns VideoGamer!