Pedro Martins por - Dec 19, 2019

Özil será removido de PES 2020 na China

Mesut Özil, um dos jogadores que alinha pelo Arsenal, será removido de PES 2020 na China, depois de ter criticado a forma como o governo chinês tratou os imigrantes muçulmanos (via Eurogamer).

A editora do simulador de futebol na China, a NetEase, emitiu um comunicado onde explica a remoção do jogador. O comunicado foi publicado na Weibo, uma rede social enorme naquele território (via The Independent).

“O discurso ofendeu os sentimentos dos fãs chineses e violou o espírito de amor e paz do desporto. Não compreendemos, aceitamos ou esquecemos isto!” pode-se ler.

Os comentários de Özil criticam os centros de detenção massiva que albergam os imigrantes muçulmanos na China. O ministro dos negócios estrangeiros chinês respondeu que Özil tinha sido “vendado pelas notícias falsas”.

Este desenvolvimento acontece quando, no mês passado, a The Associated Press publicou uma série de documentos que detalham a forma como os campos são operados, como podem ler neste artigo.

A China tem repetidamente estado no centro de várias controvérsias no mundo dos videojogos. Recentemente, a Blizzard esteve envolvida numa polémica depois de Blitzchung, jogador de eSports, ter falado a favor dos protestantes em Hong Kong.

Comentários

0 Comments
Inline Feedbacks
View all comments

eFootball PES 2020

para PC, PlayStation 4, Xbox One

Lançado originalmente:

10 September 2019