O novo responsável máximo pelos Worldwide Studios da PlayStation é Hermen Hulst, co-fundador e diretor geral da Guerrilla Games (via GamesIndustry.biz).

Shuhei Yoshida, que até agora era a pessoa que ocupava o cargo, não sairá, todavia, da PlayStation. Yoshida deixará então de gerir os estúdios internos da Sony Interactive Entertainment (SIE), focando-se agora nos estúdios externos e também nas produtoras independentes.

“Todos sabem o quão apaixonado Shu é sobre os jogos independentes - eles são a essência vital da indústria, tornando o nosso portfólio de conteúdo tão especial para os nossos jogadores,” comentou Jim Ryan, CEO e presidente da PlayStation.

“Estas experiências criativas merecem foco, e um impulsionador como o Shu na PlayStation que vai assegurar que toda a organização SIE trabalha em conjunto para interagir melhor com os criadores independentes através de uma cultura de suporte e de celebração das suas contribuições para as plataformas PlayStation,” continuou.

O CEO teve ainda oportunidade de dedicar algumas palavras ao novo cargo de Hulst, comentando que está “radiante e feliz e orgulhoso” que o pupilo da Guerrilla Games tenha optado por se juntar à PlayStation. “Ele é um defensor apaixonado das equipas que lidera e compreende como dar poder ao talento criativo para criar excelentes experiências. Não tenho dúvidas que o Hermen pode liderar as nossas equipas para entregar experiências diversas e emocionantes com uma cadência estável,” comentou Ryan.

Como provavelmente saberão, a Guerrilla é a produtora responsável por desenvolver a série Killzone e, mais recentemente, Horizon Zero Dawn. Como tal, a produtora holandesa e a Sony têm desfrutado de uma relação próxima durante quase duas décadas. Aliás, Death Stranding, por exemplo, usa o motor Decima, que foi desenvolvido pela Guerrilla.

Sobre a produtora vale a pena referir que Angie Smets, Jan-Bart van Beek e Michiel van der Leeuw vão substituir Hulst, tornando-se responsáveis pelo estúdio. Curiosamente, nos últimos dias foi mencionado que, graças a uma oportunidade de emprego, o futuro poderá bem ser a continuação de Horizon Zero Dawn.

As mudanças nos quadros da Sony Interactive Entertainment têm sido abundantes nos últimos tempos. Shawn Layden saiu da empresa, Atsushi Morita, presidente da Sony Japan Asia, reformou-se, e mais recentemente, Gio Corsi, confirmou que também tinha saído da Sony depois de ter sido um dos grandes impulsionadores da PlayStation Vita.

Continuem a conversa nos fóruns VideoGamer!