por - May 18, 2021

Produtora de Call of Duty: Warzone baniu mais de meio milhão de batoteiros

A Raven Software, produtora responsável pelo desenvolvimento de Call of Duty: Warzone, revelou que durante a semana passada baniu mais de 30 mil contas maliciosas do atirador free-to-play. O número total de contas banidas chega assim ao meio milhão desde que a obra chegou ao mercado.

Este é assim o mais recente desenvolvimento da produtora contra os batoteiros, que em março comprometeu-se à monitorização continua e próxima do jogo numa tentativa de lutar contra as mecânicas injustas. Nesse momento, foi também anunciado que tinham sido banidas 300 mil contas desde o lançamento, pelo que foram então banidas 200 mil contas num espaço de aproximadamente três meses.

Nesta mensagem publicada em abril ficamos a conhecer um pouco melhor o processo anti-batoteiros e os esforços da equipa da produtora dedicada à pesquisa que descobriu um malware “dropper” que estava a ser vendido aos jogadores em sites dedicados a práticas ilegais.

Este malware, foi explicado, podia ser personalizado para lançar outro malware, incluindo o potencial roubo de credenciais. Caso estejam interessados, podem ler o relatório acedendo a este endereço.

Entretanto, no próprio jogo, as contas oficiais nas redes sociais confirmaram que seria organizado um evento com heróis de ação dos anos oitenta em Call of Duty: Warzone, Call of Duty: Black Ops Cold War e Call of Duty: Mobile. Destacando Rambo e o prédio Nakatomi Plaza do filme Die Hard, o evento começará na próxima quinta-feira, dia 20 de maio.

Comentários

0 Comments
Inline Feedbacks
View all comments

Call of Duty: Warzone

para PC, PlayStation 4, Xbox One

Lançado originalmente:

10 March 2020