Stig Asmussen, diretor do muito antecipado Star Wars Jedi: Fallen Order, confirmou que a obra não terá elementos de ação furtiva.

Em declarações prestadas ao IGN durante a Star Wars Celebration no fim de semana passado, Asmussen, que convém não esquecer trabalhou na série God of War, revelou que Fallen Order não encaixa bem no género de ação furtiva, destacando porém que haverá opções na forma como abordam o combate.

Esta confirmação poderá ser uma surpresa para alguns dos fãs, especialmente se tivermos em consideração que vamos vestir a pele de um Jedi que está a fugir e que tem que se manter escondido do Empire.

Além disso, uma das frases usadas pelo marketing da obra é “Don’t stand out” [Não dês nas vistas numa tradução livre], o que implica um aspeto furtivo. Agora sabe-se, no entanto que tal não será o caso.

“Eu ouvi isso de algumas pessoas e compreendo o motivo, mas não, a ação furtiva não é algo que vamos ter no jogo. Podem chegar a uma situação e negociar a batalha da forma como quiserem. Há muitas escolhas na forma como suplantam os inimigos e os abatem,” comentou o diretor da obra.

“Podem potencialmente, se quiseres, esgueirar-te e não obteres a atenção da Inteligência Artificial. Acho que isso é tecnicamente possível. Não é algo que estejam a encorajar. Queremos que o jogador se divirta e o poder da fantasia de ter um Lightsaber e os poderes da Força e a ação furtiva não encaixa nisso ou neste jogo,” acrescentou.

Revelado durante o fim de semana, Star Wars Jedi: Fallen Order será publicado dia 15 de novembro no PC, PlayStation 4 e Xbox One.

Continuem a conversa nos fóruns VideoGamer!