A Starbreeze comentou num comunicado de imprensa sobre os ganhos estimados que tem o objetivo de publicar Payday 3 em 2022 ou 2023 (via WccfTech).

Como é do conhecimento público, a editora não tem tido uma vida fácil durante os últimos tempos. Overkill's The Walking Dead ficou aquém das expectativas, não só falhando em conquistar o consenso crítico, como sendo descrito como um falhanço comercial.

Em resposta, a Skybound Entertainment terminou o contrato com a Starbreeze Studios e a versão para consolas do título nunca chegou a ver a luz do dia. Posteriormente, a Starbreeze vendeu os direitos de publicação de System Shock 3 de volta à Otherside Entertainment, 10 Crowns regressou à Mohawk Games, e Psychonauts 2 está agora com a Microsoft.

A Starbreeze anunciou também que despediu aproximadamente um quarto dos seus trabalhadores em junho. Apesar de tudo isto, a editora olha para o futuro com algum otimismo, tal como é sublinhado no novo comunicado de imprensa com os ganhos estimados para os próximos quatro anos.

O gráfico com o fluxo capital tem um pico após a primeira metade de 2022, algo qualificado pelo lançamento de Payday em 2022 ou 2023. Não há uma janela de lançamento mais precisa sobre a eventual sequela de Payday 2, obra que chegou ao mercado em 2013.

A empresa está também a incluir os investimentos esperados dos seus parceiros de edição na primeira parte de 2020, tanto para Payday 3 como para Payday: Crime War. Este dinheiro deverá ser usado em pagamentos aos credores da empresa numa maquia que se estima ser de 40 milhões de coroas suecas - ou aproximadamente 3.6 milhões de euros.

Segundo esta nova informação, é esperado que as equipas na Starbreeze obtenham um crescimento estável no futuro e que consigam entregar várias produções depois de alguns meses que não foram fáceis para a empresa sueca.

Continuem a conversa nos fóruns VideoGamer!