Pedro Martins por - May 9, 2022

Um dispositivo Xbox Cloud Gaming poderá chegar nos próximos doze meses

A Microsoft poderá estar a preparar-se para colocar no mercado um dispositivo dedicado ao Xbox Cloud Gaming em 2023, segundo é afirmado num novo rumor.

Esta afirmação foi feita por Jeff Grubb, jornalista da publicação VentureBeat, que afirma que o novo dispositivo está mesmo a caminho.

Segundo Grubb, o novo hardware fará parte da iniciativa Xbox Everywhere, que quer levar as experiências de jogo Xbox até aos jogadores que não têm uma consola dedicada.

Aliás, o lançamento de Fortnite no Xbox Cloud Gaming através dos browsers na semana passada faz alegadamente parte da mesma iniciativa.

O jornalista afirma que este novo dispositivo deverá terá a forma idêntica a uma pendrive. Ou seja, esta descrição inicial faz transparecer que estaremos perante algo idêntico ao Google Stadia, Amazon Luna ou até mesmo um dispositivo Roku.

Poderá ser mesmo mais próximo do último, uma vez que o rumor afirma ainda que o dispositivo terá também acesso a serviços de TV e filmes.

E os jogadores que não quiserem ter um dispositivo Xbox Cloud Gaming ligado à sua televisão, poderão ter outra opção. Foi ainda afirmado, no mesmo rumor, que a Microsoft estará também a trabalhar com a Samsung para integrar o serviço nas televisões inteligentes da marca coreana.

Isto, alegadamente, assumirá a forma de uma aplicação dedicada que também chegará ao mercado nos próximos doze meses. As televisões Samsung têm, por exemplo, aplicações Netflix, HBO Max e Prime Video, pelo que seria algo a conviver juntamente com as já existentes.

Ainda que a Microsoft não tenha naturalmente comentado estes rumores, há muito que as suas intenções não são exatamente um segredo. Phil Spencer, figura de proa da divisão Xbox, falou com o The Verge em 2020 sobre os planos da marca para o Xbox Cloud Gaming.

Não foi confirmado o novo dispositivo nesse momento, mas quando questionado sobre uma aplicação Xbox para televisões, comentou que “não penso que algo nos impede de fazer isso”.

Comentários

0 Comments
Inline Feedbacks
View all comments